istock_000016087821medium

Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia dá dicas

01 – CUIDE DA PRESSÃO ARTERIAL

A hipertensão arterial pode levar a insuficiência renal, insuficiência cardíaca, derrame cerebral, ataque cardíaco e acelera a arteriosclerose.

02 – EVITE A OBESIDADE

Mantenha-se no peso ideal.

03 – NÃO FUMAR

O fumo se relaciona com o câncer no pulmão, enfisema pulmonar, úlceras, impotência sexual,  ataque cardíaco, gangrena nas pernas, hipertensão arterial e suas conseqüências.

04 – FAÇA EXERCÍCIOS AERÓBICOS tipo caminhadas (passos rápidos), entre 30 minutos a 1 hora por dia. Haverá melhora do condicionamento cardio-respiratório. Haverá melhora também na produtividade, libido, tônus muscular, memória, tensão e ansiedade, qualidade do sono, fadiga… Dá mais energia, etc. “A saúde do idoso está nos pés”.

05 – PRATICAR ESPORTES é muito salutar, porém como lazer, sem competir.

06 – PROCURE ELIMINAR AS TENSÕES E “STRESS”

Organize melhor sua vida, aprenda a fugir de “problemas”- discipline-se para não se enervar com coisas pequenas – Quando diante de problemas inevitáveis, lembre-se que poderiam ser maiores, “tire-os de letra”, seja alegre e tolerante, ignore os ignorantes, divida responsabilidades, não seja apressado, seja um otimista, tenha amor próprio.

07 – CONTROLE AS GORDURAS SANGÜÍNEAS

Lipoproteínas, colesterol e triglicerídeos fora dos limites normais, predispõe a arteriosclerose e suas conseqüências, (infarto, derrames cerebrais, etc.) não seja um “esclerosado”. Declare “guerra” ao excesso de triglicerídeos e colesterol.

08 – FAÇA INGESTÃO ADEQUADA DE VITAMINAS

Através de boa alimentação e suplementações, evite exageros e “mega-doses”, doses excessivas dão problemas na certa.

Exemplos: o excesso de vitamina A provoca danos ao fígado, dores de cabeça e borramento da visão; o excesso de vitamina D causa distúrbios musculares e cardíacos; doses altas de vitamina C podem precipitar a formação de cálculos renais. A dose alta e excessiva de qualquer vitamina sempre traz conseqüências danosas.

09 – Não se esqueça dos OLIGOELEMENTOS (cobre, zinco, manganês, selênio, etc.) que são vitais para o organismo; a suplementação nas doses corretas é importante.

10 – NUNCA tome medicamentos sem orientação médica, não repita receita médica por conta própria. Lembre-se que o uso abusivo ou inadequado de remédios é uma das grandes causas de mortalidade. Tome muito cuidado com “Remédios Novos” e “Novidades”.

 

Fonte: https://sbgg.org.br

dolceviverehome

Other posts

Leave a Reply